terça-feira, 5 de outubro de 2010

Jovens Escritores

Você já acordou e sentiu vontade de escrever, simplesmente por puro prazer?
Acredito que o sonho de ser escritor vem assim, do nada. Você simplesmente sente.
Pelo menos foi assim que aconteceu comigo. Não lembro dia, nem hora que tive certeza que é isso que eu quero pra minha vida. Eu simplesmente sei que é isso. Vou ser escritora.



Mas é lindo demais isso, não? Dá até vontade de chorar...
Mas pare. Chorar não te tornará um(a) escritor(a) best-seller.
Pelo contrário, isso dá MUUUUITO trabalho.
E pior; não tem faculdade para formar escritores.
Então você tem que se virar por si só.
E agora?



Não se desespere, selecionei algumas dicas muito úteis, tanto para mim quanto para você.
Vamos lá.

Princípio Fundamental (Dica zero!):  É preciso ser alfabetizado. É, parece idiotice, mas estamos no Brasil, país no qual nossos próprios governantes são analfabetos. Porém, se você consegue ler isto aqui, conclui-se que seja alfabetizado.

Dica #1 - Leia muito. Essa também deveria ser uma lei fundamental, porque, sinceramente, não conheço muitas pessoas que gostem de escrever e não gostem de ler. Mas escrever de verdade, claro. Ler é fundamental, leia tudo que estiver ao alcance dos seus olhos.

Dica #2 - Comece escrevendo textos curtos. Poesias e crônicas são ótimos para você se autodescobrir. Quando você começa a escrever, e depois lê o que escreve, acaba conhecendo um pouco mais de você mesmo. Para fortalecer o hábito da leitura, ter um diário é sempre bem vindo. Não precisa ser aqueles diários da sua infância, contando o que comeu no café da manhã. Pode ser escrever rotineiramente em um blog, por exemplo.

Dica #3 - Escreva, erre. Escreva de novo, erre de novo. Comece, pare, recomece, releia, reveja. Mas nunca jogue fora algo que começou a escrever. É sempre um começo pra alguma coisa. Quem sabe esse texto que você odiou não vire a primeira página de um grande livro? Sempre que puder, pegue aqueles textos antigos e veja o que pode fazer. Dar um tempo para seus pensamentos é a melhor coisa a fazer quando suas palavras não lhe agradam mais.


Dica #4 - Se puder, faça faculdade de Letras ou Jornalismo. Não é essencial, mas é útil. Mesmo se não puder fazer nenhuma das duas (como é meu caso), pesquise sempre e estude bastante por fora. Estude muito português, literatura. Conheça os gêneros literários, noções de estilo, as escolas literárias, os principais escritores.

Dica #5 - Estude gramática e ortografia. Se puder, linguística também. Tudo só irá enriquecer seus textos. Não tenha vergonha de consultar o dicionário. Quando não estiver fazendo nada, leia-o, mesmo achando que 5 minutos depois já não vai lembrar nem seu nome. Nosso cérebro tem capacidade de guardar essas palavras, sua parte é simplesmente ler-las.

Dica #6 - Bom, agora que já tem base para escrever; escreva. Dê o seu melhor. Mas não fique eternamente revisando seus textos. Coloque todas as suas idéias, conecte-as, e finalize sua obra. Depois revise-a. Se necessário, peça ajuda à alguém. É muito mais fácil encontrarmos erros nos textos dos outros do que nos nossos. Pra estas coisas, até aquele amigo nerd chato ou aquela querida professora de português é útil.

Dica #7 - Entre em contato com novos escritores, e velhos também. Essa troca de expreriências e textos é de grande ajuda! Com a facilidade das redes de relacionamento, esse contato fica muito mais fácil. Orkut, Twitter, Facebook, está tudo girando ao nosso favor!


Dica #8 - Não tenha vergonha de mostrar às pessoas seus textos! E se você tem, não precisa mostrar para seus pais, avós e amigos, afinal, eles vão te elogiar independentemente da merda que você escrever (é a realidade, desculpe). O mais correto a fazer nestes momento é dispará-los na internet. Sim, aproveite essa ferramenta fantástica, na qual pessoas que não te conhecem podem ler e fazer críticas, sem que isso interfira na relação de vocês. Amigos ficam meio sem jeito para falar que você precisar melhorar...

Dica #9 - Aceite as críticas. Os elogios também. Mas as críticas que vão fazer você crescer e melhorar. Ouça atentamente e analise quais mudanças seriam possíveis. Mas lembre-se; sua obra tem que ter a sua cara, não saia por ai mudando tudo que assim seu texto perderá sua identidade. Não se esqeuça que as obras consagradas também recebem críticas. Mas é necessário tentar balancear as críticas e os elogios para poder julgar a qualidade.

Dica #10 - Participe de concursos literários. Existem vários sites que fazem coletâneas de contos, crônicas e ensaios, principalmente editoras pequenas, como a Adross (Leia aqui minha postagem sobre ela!), por exemplo. Vale a pena ir atrás dessas coisas, porque além de se divulgar, você pode até arrumar uma graninha. Não esqueça também de fazer seu site/blog, e usar recursos como o site Recanto das Letras(clique aqui).

Dica Universal: Não desista. Não desanime. Seja persistente. Se é realmente seu sonho, lute, vá atrás. Se for rejeitado por algumas editoras, ou por muitas, não desanime e não desvalorize seu trabalho. E lembre-se que os melhores escritores do mundo foram rejeitados por milhares de editoras antes de serem reconhecidos. Duvida? Pesquise, vá atrás, e veja como a vida de escritor não é fácil, mas é satisfatória.

Quer ler mais? Veja mais algumas dicas no site da escritora carioca Thalita(clique aqui) .

Um beijão, e espero ter ajudado!

5 comentários:

Teacher Daniel disse...

Dicas valiosisssssimas!
Good Job :D

Weslley Talaveira disse...

Tenha certeza, ajudou MUITO!

Gde beijo!

Tenns disse...

quero ser escritora, já estou escrevendo 5 livros, e suas dica me ajudaram MUITO,
obrigada
bjs

Tenns disse...

pretendo ser uma grande escritora, pois quando eu escrevo me sinto feliz e satisfeita,
e quando leio, parece que estou dentro da história
estou escrevendo 5livros, ainda nenhum pronto, mas gostaria de achar um site em que eu pudesse expor alguns textos de poucas páginas, alguma dica ???
suas dicas me ajudaram muito, valeu mesmo
bjs

Brasil Ghost Writer disse...

Ganhe dinheiro escrevendo
Quer ganhar dinheiro escrevendo?
Trabalhe com a gente escrevendo, revisando, fazendo ilustrações, ou simplesmente vendendo nossos serviços. A BGW é uma empresa líder do mercado, ela escreve a história da sua empresa, da sua família, da sua cidade,ou qualquer tipo de texto. Consulte nossos preços.
brasilghostwriter.tk

Postar um comentário